sábado, 23 de fevereiro de 2013

O Lugar dos Sonhos

É um lugar nosso. Só nosso, só teu. É o teu lugar. É o lugar do teu sorriso. Não, não é só um sorriso. É todo o teu sorriso. Não é somente um gesto dos lábios, um brilho nos olhos. É todo o teu corpo transbordante de um apaixonante sorriso. O lugar dos sonhos é quando todo o teu corpo tem a graça de um bebé, o brilho de um casal apaixonado, a alegria de uma criança, a tranquilidade de um idoso. O lugar dos sonhos é quando todo o teu sorriso é natural, é quando te transformas num resplandecente sorriso. Estás a sentir? Lembras-te, quando, em ti, dentro de ti, sentes o teu corpo a sorrir? Só nesse instante podes lá estar. Naquele lugar. O lugar dos sonhos. O lugar dos sonhos é quando tens um arco-íris dentro de ti. Estás a imaginar? O arco-íris a espalhar-se dentro de ti? As cores a preencherem-te? O que sentes? Eu sinto-me bem, muito bem. E estou a sorrir. O lugar dos sonhos. Já estive em alguns lugares belos. Já estive em alguns lugares muito belos. Já estive espraiado nas águas tépidas de uma praia paradisíaca de areia fina, observando coqueiros altos e rebeldes ao longo de uma faixa de areia dourada. Já estive numa floresta de cheiros inebriantes e quedas de água prepotentes que transmitem uma frescura e força joviais. Mas nunca estive no alto de montanhas polvilhadas de branco, cobertas de neve e abraçadas por um céu azul reluzente. E, por vezes, imagino-me visitante de uma savana que me desperta os mais remotos instintos selvagens estimulando a atenção de todos os meus sentidos. Pensas, tu, que estes, são o lugar dos sonhos? Não! Estes não são o lugar dos sonhos. Estes, são, os lugares de sonho. O lugar dos sonhos só tu podes encontrar porque está dentro de ti. De nada te valerá encontrar todos os lugares de sonho se, em ti, não encontrares, primeiro, o lugar dos sonhos. De nada. Porque todos os lugares de sonho são somente uma efémera passagem do mundo por ti, de ti pelo mundo. Mas o lugar dos sonhos não! O lugar dos sonhos permanecerá sempre em ti, porque, é o que, do mundo, tu guardarás em ti. Sempre em ti. Para sempre, em qualquer lugar. Podes sempre contar com ele. Mas precisas de saber que tens de contar contigo também. O lugar dos sonhos é o lugar onde estás tranquilo. O lugar dos sonhos é onde te sentes seguro, confiante, e extraordinariamente sereno. É o lugar onde entendes quem és, e onde descobres a tua paz. Na realidade, não interessa onde estás. Só interessa quem és, o que te tornaste. Tu sabes. O lugar dos sonhos é o lugar onde compreenderás o mundo. O lugar dos sonhos é como uma brisa dentro de ti. O lugar dos sonhos é o lugar, em ti, igual ao sossego de uma beleza incompreensível. É o lugar em que estás em paz com o mundo. Como podes não estar tranquilo com quem és? Não sentes em ti o lugar dos sonhos? O lugar dos sonhos são todos os lugares, em ti, que te fazem sorrir, e que te transmitem a alegria e a felicidade indefectíveis.

NOTA:
Há uns dias adoeci durante a noite. Levantei-me, tomei um comprimido e escrevi. Lembro-me, vagamente, de sonhar com um lugar. Nesse lugar sentia-me bem, tranquilo, sereno. Não me lembro da paisagem que me rodeava, mas lembro-me. Lembro-me do perfume de um jardim e do trespassar de uma brisa primaveril. Lembro-me de uma paz incolor. Estava no lugar dos sonhos. O lugar dos sonhos são todos os lugares onde estive e todas as pessoas que conheci. O lugar dos sonhos é tudo o que me tornou. E lembro-me de sorrir: um gesto dos lábios, talvez um brilho nos olhos, um arco-íris dentro de mim. Mas. Como disse, adoeci, e estava num estado febril e de semi-delírio.

Pesquisar neste blogue

Seguir por Email

Contador

O Silêncio

Não vale a pena sem o silêncio. É que no silêncio estão contidas todas as palavras e as não-palavras. E as não-palavras dizem muito mais qu...

Popular Posts

Blog Archive

Acerca de mim

Simplesmente, alguém que gosta de ler e escrever...